A saudade é grande, aperta e doí

21 junho, 2016

Um mês....

Hoje faz exatamente um mês, que o telefone tocou, 

e a mais avassaladora de todas as notícias me foi dada. 
Perdi o chão, perdi a motivação, perdi o irmão...

Pontualmente um mês....
Que os dias se tornaram tristonhos e as noites mais longas...

Precisamente um mês...

Que a casa tornou-se vazia, 

as piadas perderam a graça e a saudade tomou conta de todos os cômodos da casa T__T
Faz um mês...

Que desaprendi a dormir sozinha e para os olhos, 

a previsão é sempre de chuva... E chove, e chove...
Propriamente um mês...

Que aprendi, da forma mais difícil, o quão frágil, muito frágil a vida é. 

Nos surpreende muitas vezes de formas boas, 
mas as ruins não deixam de acontecer. 

Meu irmão partiu, Deus quis levar...
E confesso que já questionei, 
e implorei que o teor daquela ligação fosse um engano
como um daqueles pesadelos que se tem durante a noite, 
                                           mas em seguida, você acorda, e está tudo bem...

A saudade é grande, aperta e doí. 

No meu coração te levo, PRA SEMPRE. 

Em breve, muito em breve nos vemos meu irmão, 
não vai demorar.

0 comentários:

Postar um comentário